formosamar

    Idioma

blog category: Observaçao de Aves

  • Flamingos

    16, Jun 2015 in Observaçao de Aves
    É uma das mais emblemáticas aves selvagens que ocorrem em Portugal, e pode ser observado na Ria Formosa.
    O flamingo é uma ave pernalta de bico encurvado, que mede entre 90 e 150 cm. A sua plumagem pode ser bastante colorida em tons de rosa vivo. São animais que se alimentam de algas e pequenos crustáceos através de filtração.
    Os flamingos são aves gregárias, que vivem em bandos numerosos junto a zonas aquáticas. Algumas espécies conseguem inclusivamente habitar zonas de salinidade extrema.
    Venha vê-los com a Formosamar.http://www.formosamar.com/en/galleries/21#
  • As Chilretas já chegaram à Ria Formosa

    5, Jun 2014 in Observaçao de Aves



    Sternula albifrons
    (Pallas, 1764) é a andorinha-do-mar mais pequena da Europa, daí o seu nome Andorinha-do mar-anã.

    A Andorinha-do-mar-anã, também conhecida como Chilreta, é facilmente identificada pelo seu pequeno porte: comprimento 21-25 cm e envergadura 41-47 cm. Este pequeno migrador tem cerca de metade da dimensão do Garajau Comum. Os juvenis possuem bico negro com base amarela e os adultos, no Verão, possuem fronte branca e louros pretos, bico amarelo com ponta preta, patas amarelas e primárias externas negras.

    A Andorinha-do-mar-anã, também conhecida como Chilreta, tem o seu maior núcleo reprodutor na Ria Formosa. Esta espécie, classificada como espécie vulneravel a nível nacional, é um visitante estival e migrador de passagem que inverna em África. Na Ria Formosa, entre os anos de 2000 e 2002, foram identificados 440 casais reprodutores. A população nidificante encontra-se relativamente estável desde os anos 70, no entanto existe registo de uma diminuição do seu território de nidificação, especialmente no que diz respeito às ilhas-barreira, que têm sofrido um recuo de 1,7m/ano, pelo que as áreas de nidificação desta espécie têm vindo a deslocar de praias e zonas dunares para salinas.

    A Andorinha-do-mar-anã chega ao Parque Natural da Ria Formosa em meados de Abril e começa a nidificar em meados de Maio. Nidifica em colónias, geralmente em grupos de 2 a 50 casais, em praias arenosas e isoladas de ilhas-barreira, entre a vegetação e acima da linha de maré alta e, menos frequentemente em salinas. Os seus ninhos, fragéis e desprotegidos, são covas superficiais no solo, auxiliados por pedaços de vegetação disponível, pequenas pedras e conchas. Como parte do ritual de acasalamento, os machos oferecem peixe às fêmeas.

    Nesta espécie, essencialmente monogâmica, ambos os progenitores trabalham na escolha do local de nidificação e ambos incubam e cuidam das crias. Em meados de Maio realiza-se a primeira postura composta normalmente de 1 a 3 ovos. Após o periodo de incubação, as crias com 4 a 5 dias de idade começam a deixar o ninho procurando refúgio em zonas de vegetação. Ao final de 20 dias as crias estão aptas para voar e no final do Verão fazem a sua primeira migração, juntamente com os seus progenitores, para África. Os progenitores encarregam-se da alimentação das crias durante 2 a 3 meses após os primeiros voos.

    Alimentam-se sobretudo de peixes pequenos e crustáceos, mas também de insectos, moluscos e anelídeos. Voam sobre as águas na procura de pequenos peixes e quando encontram, param de súbito, batem as asas vigorosamente e fazem mergulhos rápidos e repetidos.

    Durante a Primavera e o Verão são uma das espécies de aves mais frequentemente avistadas na Ria Formosa, pelo que se as quiser observar de perto convidamos a realizar um dos nos nossos passeios de barco com partidas de Faro ou de Tavira.

  • Passeios de Barco na Ria Formosa e Fotografia de Natureza

    30, Sep 2013 in Observaçao de Aves
    No mês de Setembro, Carlos Rio - um fotógrafo de natureza Português, fez um dos nossos passeios de barco na Ria Formosa, uma das zonas húmidas mais importantes para as aves em Portugal e uma área extraordinária para observação de aves no Algarve.

    Durante o seu passeio de barco, Carlos Rio tirou várias fotos e teve a gentileza de partilhar algum do seu trabalho connosco.



    Colhereiro (Platalea leucorodia)
    Ria Formosa - Carlos Rio


    Fuselo (Limosa lapponica)
    Ria Formosa - Carlos Rio

    Como se pode ver pelas fotos, um passeio de barco na Ria Formosa oferece excelentes oportunidades para todos os interessados ​​em fotografia de natureza.
  • Birdwatching Passeios Guiados de Observação de Aves na Ria Formosa | Algarve

    19, Mar 2013 in Observaçao de Aves

    No final de Fevereiro, o Phil e a Jean participaram num dos nossos passeios de birdwatching na Ria Formosa.

    A Bárbara foi a guia deste passeio no Parque Natural. Explorámos a zona de Ludo e do Quinta do Lago, um dos melhores locais para observação de aves no Algarve.

    Estava uma manhã perfeita, solarenga e sem vento. Uma luz perfeita para birdwatching. Avistámos muitas espécies de aves e passado uma semana, como prometido o Phil enviou-nos algumas das suas fotos.



    » Poupa - uma espécie da avifauna portuguesa com um aspecto bastante exótico.



    » O Ludo é um local excelente para a observação de aves no Algarve e a Galinha-sultana é um dos ex-libris desta visita guiada.



    » A sorte estava do nosso lado e a Íbis-preta foi uma das espécies que tivemos oportunidade de observar em detalhe.



    Colhereiro - observar esta espécie é sempre um prazer.

    Nesta saída registámos muitas mais espécies de aves. Foi uma manhã bem passada com a excelente companhia do Phill e da Jean.
    Mais uma vez obrigada pelas fotos.



    Se gosta de fazer observação de aves, consulte os nossos passeios de birdwatching no Algarve.